Top

Meu Pudim

 

O pudim de leite condensado

Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado
  • A mesma medida de leite em pó reconstituído
  • 3 ovos
  • ¾ de xícara (chá) de açúcar

Modo de Fazer:

  • Leve o açúcar ao fogo baixo dentro da própria forma do pudim. Vá virando a forma até que o açúcar se caramelize todo e lambuza toda a forma. Reserve
  • Bata no liquidificador todos os outros ingredientes por 3 minutos e despeje a mistura na forma caramelizada.
  • Leve o pudim ao forno a 200°C em banho-maria por 1 hora ou até ele dourar.
  • Deixe que ele esfrie e leve ao freezer por pelo menos duas horas.
  • Na hora de servir é só aquecer o fundinho da forma e desenformar o pudim, que ele vai ficar assim:

00001-61

Delícia, não??

Essa receita de pudim foi a primeira receita passada de avó pra neta da minha vida. Dona Edeusa, esposa, dona-de-casa e mãe de cinco filhos, é a mulher forte e de personalidade ímpar que –pra minha grande sorte- me criou, é dela que herdei essa mão cheia pra forno&fogão, é dela que herdei uma vontade enorme de agarrar o mundo com as minhas pernas.

Aprendi que a vida tem sabor doce, tem gosto de pudim, mas confesso que quando me descobri lésbica pensei que perderia todo tipo de sonho que trazia essa doçura pra minha boca… até o dia que encontrei pessoas que compartilhavam dos mesmos planos que eu, até o dia que percebi que não podia me deixar rotular pela sociedade, até o dia que eu entendi que ser lésbica não me fazia menos humana, até que compreendi que o que eu tava sentindo na verdade, era o cansaço que todo esse preconceito traz pra quem aprendeu a amar acima do sexo.

Continuo sendo a mulher de caráter, que a minha avó educou, que sonha com um país mais justo com os gays e com os pobres, que sonha em acabar com a fome do mundo, que sonha com seres humanos incríveis que um dia farão do humanizar um ato diário e natural, que sonha com o dia em que olhará pra trás e terá muito orgulho do que fez e do que viveu.

Pra vida já encontrei a minha companheira ideal, hoje lutamos pelos primeiros passos de uma vida de casal, o meu HD super lotado de ideias e arquivos, que o diga. Pra 2013 ficaram os planos de morar juntas e construir nossa home sweet home, pra isso já estou fazendo meu aprimoramento culinário (que pra sorte da minha senhora, tem sido bem sucedido!) e consumindo tudo o que há sobre decoração! Depois disso vem os planos e a organização do casamento (são textos e mais textos pra falar sobre isso, assunto infinito!) e, finalmente, lá pra alguns anos, deixamos a chegada dos rebentos, sonho que nutro desde o dia 25 de dezembro de 1995, quando ganhei minha Barbie grávida, e percebi que nasci pra ser como Dona Edeusa, a melhor mãe-vó do mundo!!

Hoje estou começando essa nova janela da minha vida aqui no True Love, isso me deixa muito orgulhosa, porque esse é o tipo de lugar que me inspira e que quero inspirar, aqui quero compartilhar meus dotes culinários, falar sobre meus planos casamentícios e falar bastante sobre móveis, tintas, papéis de parede e torneiras!

Até mais!

 

Madeira de lei que cupim não rói

Post a Comment